‘Do Oiapoque ao Chuí’, Hebert Conceição vence cazaque e garante medalha no boxe

Foto: Julio César Guimarães / COB

‘Do Oiapoque ao Chuí’, Hebert Conceição vence cazaque e garante medalha no boxe

O Brasil garantiu mais uma medalha olímpica no boxe. Na manhã deste domingo (1º), o baiano Hebert Conceição venceu o cazaque Abilkhan Amankul nas quartas de final da categoria até 75kg com o placar de 3×2. Na semifinal, ele vai enfrentar Gleb Bakshi, do Comitê Olímpico Russo.
“É uma sensação incrível escrever o nome na história do esporte brasileiro, eu que sempre sonhei com esse momento. Só tenho a agradecer, apesar de lutar sozinho, tem muitas pessoas que estão comigo nessa. Agora é manter o foco porque ainda tem mais duas lutas para mudar a cor da medalha”, celebrou o baiano.
Com 23 anos de idade, o atleta é cria de Luiz Dórea, um dos grandes formadores de atletas na área. A trajetória dele nos Jogos Olímpicos de Tóquio começou com vitória sobre o chinês Tuohetaerbieke Tanglatihan por 3×2.
Além de Hebert, o Brasil também já tem uma medalha com Abner Teixeira na categoria até 91kg. Além deles, Beatriz Ferreira, no peso até 60kg, e Wanderson Oliveira, até 63kg, estão nas quartas de final e também podem se garantir no pódio.

CATEGORIAS
Compartilhar