Covid-19: Bahia teve 19 mortes no sistema prisional e é 3º em nº de casos entre servidores

Foto: Divulgação / Seap-BA

Desde o início da pandemia, em abril de 2020, a Bahia registrou 3.486 casos de Covid-19 no sistema prisional e no sistema socioeducativo, com 19 mortes. Os dados são do levantamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), divulgado nesta quarta-feira (28).
Do total de casos, 2.912 ocorreram no sistema prisional, entre presos e servidores. Entre as pessoas privadas de liberdade, foram 1.245 casos e sete mortes.
O levantamento também aponta que 1.667 casos foram registrados entre servidores do sistema prisional (agentes e funcionários), com seis óbitos. O número coloca a Bahia como o terceiro estado com maior número de casos desse público, perdendo apenas para São Paulo (4.359) e Minas Gerais (2.811).
No sistema socioeducativo, 125 casos foram registrados entre adolescentes privados de liberdade. Os servidores somaram 449 casos de Covid-19 e seis mortes foram registradas.
Esses dados colocam a Bahia na 5ª colocação em número de casos Covid entre os adolescentes privados de liberdade, atrás de São Paulo (895), Ceará (246), Espírito Santo (143) e Alagoas (143).

CENÁRIO NO BRASIL
Ainda de acordo com os dados do CNJ, o número de pessoas diagnosticadas com Covid-19 em unidades dos sistemas prisional e socioeducativo ultrapassou a marca de 100 mil desde o início da pandemia: internas (67.978) e servidores e servidoras (32.659).

O levantamento aponta que são 90.132 casos da doença em unidades prisionais e 10.505 em instituições para internação de adolescentes, totalizando 100.637 registros até o momento. Foram registrados 661 óbitos no total, a maioria de funcionários (390).

 

CATEGORIAS
Compartilhar